terça-feira, 23 de outubro de 2012

Kimono Vermelho em missão: Fest Comix no aniversário

Ah, esse domingo... Simplesmente inesquecível.
O que tenho a falar sobre esse dia lindo? Eu nasci nele e só isso importa.
Ok, vamos falar de negócio sério, vamos falar de Fest Comix, cambada!

Se minha vida fosse uma novela...
Fui dormir às quatro da manhã, porque o comitê que decide quando vai ter horário de verão pensou que seria engraçado sacanear a aniversariante aqui. Acabei acordando às oito quase morrendo, porque entregariam meu bolo às nove.
Como a Lei de Murphy me ama, liguei para lá e soube que o entregador ainda não tinha saído. Quinze minutos depois, o dono da doceria apareceu na minha porta pedindo desculpas e finalmente entregando o bolo. Alguém perdeu o emprego nesse dia 21 ou teve uma generosa quantia descontada de seu salário.

Depois da viagem que foi chegar até o metrô, eu soube de algo aterrorizador: o metrô Consolação só abriria às 10 horas da manhã. Não bastasse o comitê de horário de verão e a entrega do bolo, a administração do Metrô também resolveu tirar uma com a minha cara.
Ok, já passava das dez horas, então eu tinha sido salva pelo gongo.

Acertei o caminho, só que quando cheguei no local, a fila estava no meio da Bela Cintra, ou seja, ela virou a esquina.

O sol quente das onze horas fritava meus neurônios e quanto mais o tempo passava, mais a fila crescia, chegando incrivelmente até a Av. Paulista. Em compensação, ela andava com certa rapidez.

Observei vários pais com filhos, várias pessoas com uma moda própria, outras tantas com de mais de 30 anos sozinhas...
Último dia de evento é assim, pessoal...
Como pessoas a partir de 60 anos não pagam entrada, levei a minha mãe para me auxiliar. Devo ter parente judeu, porque onde tem algo de graça, estou aproveitando.

Pisei no Centro de Eventos São Luís quando faltavam apenas onze minutos para o meio dia.
Fiz um breve reconhecimento de campo, tirei algumas fotos e fui para a parte mais importante do evento: comprar os mangás.
Entrada para o "TOME O MEU DINHEIRO".
O local não é muito grande (pelo menos não como o Anhembi), estava cheio, porém transitável, muitos estandes vendendo camisetas, mangás em lotes, acessórios de cosplays e, claro, a dorga que somente otakus conseguem consumir: o Muppy.
Suco de soja não é comigo.
Palestra com direito a Power Point.
As palestras ficaram na Arena Banco do Brasil. Era só passar por um corredor com carpete azul e você chegava até lá.
No momento em que fui, a palestra não parecia tão interessante, já que o número de espectadores era pequeno.

Esta foi a 19ª edição da Fest Comix e minha 3ª vez no evento.
A primeira foi ainda quando o Colégio Marista Arquidiocesano podia fazer eventos desse tipo. Depois de reclamação da vizinhança e, sinceramente, muita falta de louça e do que fazer dessas pessoas, a Fest Comix, AnimeCon e afins, tiveram que encontrar outros lugares para se instalarem.
A segunda vez já foi na Rua Luís Coelho. Era um sábado de manhã e lembro que além de completar os números que faltavam, comprei 2 box de DVD's de HunterXHunter. Sem fila. Praticamente deserto.
Sessão de autógrafos. Cadê os blogueiros lá?
Neste ano, a sessão de autógrafos e palestras contaram com personalidades importantes do mundo dos quadrinhos e... dos mangás coreanos? É, algo desse tipo.
Kim Byung Jim (autor de Chonchu da falecida Conrad), Sang-Sun Park (autora de Tarot Café da New Pop), Fabio Civitelli (redator de Tex), Roberto Diso (desenhista de Tex), Jamie Delano (primeiro roteirista de Hellblazer), Daniel HDR (lançando C1nz4), Vitor Caffagi (autor de Valente), Moreno Burattini (roteirista de Zagor), e Sidney Gusman e Danilo Beyruth (Astronauta: Magnetar).
Eu particularmente não sou fã de mangás coreanos (manwhas) e também não leio quadrinhos, sejam brasileiros ou norte-americanos, portanto, essa parte do evento não me interessou.
-->


O que me levou a ir na Fest Comix
O lançamento de Nura - A Ascensão do Clã das Sombras (Hiroshi Shiibashi). Antes desse anúncio, eu não tinha plano nenhum de colocar os pés fora de casa nesse final de semana. Quando soube que outra oportunidade apenas surgiria no final de Outubro ou começo de Novembro, decidi que era prioridade ter esse mangá nas minhas mãos no dia do meu aniversário. Acho que não existiria presente melhor.

No post de aquecimento, eu mostrei a minha lista de compras, e fui avisada pelo Dih que pelo menos dois volumes eu não teria no evento: Black Butler #2 (Yana Toboso) e Black Bird #14 (Kanoko Sakurakouji). O que esperar da nossa velha amiga e enrolada Panini? É pior que mulher para escolher roupa para sair.
"Mas como eu sou teimosa..." resolvi perguntar para uma vendedora da Comix, que me contou que, assim como eu noticiei no post da Bienal, o primeiro volume vendeu feito água e esgotou na PRÓPRIA BIENAL. E, claro, confirmou que a Panini é enrolada e que o Dih é o cara.

Confesso que saí da minha lista pobre ao ver alguns títulos interessantes nas prateleiras. COMO NÃO COMPRAR? E o mais terrível: eram todos da JBC. A culpa é do Cassius.


Saída do "TOME O MEU DINHEIRO".
Eu sinceramente não botava fé na JBC, mas quando Cassius Medauar, o "Editor Assombroso" (assim ele assinou no final do volume de Nura), entrou em cena, muitas coisas mudaram para melhor e bons títulos foram anunciados, como por exemplo: Soul Eater (Atsushi Okubo) e Nurarihyon no Mago (Hiroshi Shiibashi).

Além do lançamento de Nura, a editora também lançou RG Veda da CLAMP na Fest Comix.

Blogosfera otaku em peso no sábado!
Sim, grandes nomes da blogosfera otaku prestigiaram o evento no sábado (dia anterior ao que eu fui). O pessoal fez um encontrão, regado a muita conversa, fotos e, posteriormente, otakubar.

Vindo de Manaus (aquele lugar que um integrante da Restart perguntou se existia civilização), temos Gyabbo! de blog homônimo. Pelas fotos, um moço bochechudinho e simpático.
Também de fora de São Paulo, mais especificamente de Curitiba, veio Carlirio do blog Netoin. Pelas fotos, uma pessoa simpática e culta.
A participação do Sudeste foi grande. Tendo os rapazes do Video Quest, Fábio Urso e Leonardo Kitsune; o famoso, imponente e simpático dono do ChuNan, Sr. Diógenes Diogo, mais conhecido como Dih; o stalker que quer nossos telefones e endereços, Panino Manino; o simpático lobo de patinhas libidinosas (segundo ele mesmo), Fenris Lupus um dos escritores do blog Calibre Cultural; Leo Kusanagi do blog Mithril; Cuerti do blog ex-Nahel agora só Argama; o fofo e também bochechudinho, sobrinho de pastor e um dos escritores do Argama, Luka a.k.a. Lucas Malafaia. Desculpa, só stalkeei fotos e tweets dessas pessoas, então Se seu nome não apareceu aqui, não se preocupe, a culpa é minha mesmo.

Por incrível que pareça, o pessoal perguntou sobre a minha presença lá, só que sábado eu não podia ir e avisei que estaria lá domingo. Ainda levei uma bronca do Dih por não esperá-lo no evento, mas... É que como era meu aniversário, eu tinha combinado de almoçar com uns amigos da família. Eu sei que não foi uma bronca, tá? XD
Seria legal ter conhecido a galera. Quem sabe numa próxima oportunidade, talvez no próximo ano.
-->


Voltando ao evento...
Havia prateleiras e estandes com action figures (vulgarmente chamados de "bonecos" ou "estátuas").
Exposição de gashapons/action figures.
Os moleque pira nas bonecas peitudas.
O comércio também estava dando seus pulos com os estandes de acessórios de cosplay, toquinhas, orelhinhas, luvas, bandanas, camisetas, mochilas, pelúcias, chaveiros e o raio a quatro que os paulistanos podem encontrar no bairro da Liberdade.
I SEE GATOS EVERYWHERE.
Além de exposições de doujinshis, mangás independentes e coleções, tinha também uma área de jogos e, bem ao lado, alunos da escola Saga mostrando seu talento ao expor e criar ao vivo esculturas.
A moça não me deixou comprar canetas da Pucca.
Garu e Pucca também confirmaram presença no evento.
Majoritariamente a presença ali jogando era masculina.
NUNCA.TEREI.A.CAPACIDADE.DE.ESCULPIR.COMO.ELES.
Aluno escultor divando ao posar para a foto.
E agora quero falar especialmente com os fãs de Dragon Ball (Akira Toriyama). Preciso confessar a vocês que quando eu as vi, senti uma enorme vontade de comprá-las. Mesmo não sendo fã de DB, eu pirei loucamente pelas... Bolas do Dragão. Sim, estavam à venda, queridos...
Gashapons, minha mãe pirando no personagem caveira de
One Piece (Eiichiro Oda) e ali do lado esquerdo...
R$ 150, enquanto Goku e cia arriscavam a vida para achá-las.
Se alguém ficasse com fome e com sede não precisaria ter que vender a alma ao demônio tomando suco de soja, na parte de fora do evento (mesma área em que fica a bilheteria, só que do outro lado), tinha uma lanchonete. Os valores arrecadados com as vendas seriam destinados a uma instituição de caridade.

Como era domingo, os paulistanos aproveitavam para se desenferrujar nas ciclofaixas. Muitas crianças, muitos pais, muitos senhores de idade e muita gente com belas pançinhas de cerveja.
Av. Paulista cinza, cones laranjas e marronzinho da CET.
Uma cena realmente linda em plena Av. Paulista.
Pena que não consigo subir numa bicicleta de adulto.
Minhas pernas são vergonhosamente curtas.
Depois das festividades kimonísticas...
Curti bem o dia do meu aniversário, o bolo, a companhia dos amigos da família e todo o reboliço.
Deixei essa parte para o final por causa do suspense.
Vejam como gastei meu dinheiro na Fest Comix.
É muita JBC na minha frente, gente...
Além de Nura (o mais citado neste post), comprei Black Bird #13, os dois volumes de Fullmetal Alchemist: Guia Completo (Hiromu Arakawa) e, pasmem, o primeiro volume do relançamento de Sakura Card Captors (CLAMP). Não resisti, mesmo tendo o primeiro volume da obra lançado em 2001.

Pretendo fazer um post à parte com a minha opinião sobre Nura.

Eu peguei alguns marcadores, porque eram simplesmente lindos e eu não resisti. JBC realmente saiu da Era das Trevas.

Gostei dos descontos da Comix e ainda por cima comprei duas camisetas com o dinheiro que sobrou.

Curiosidades: fui de preto para o evento, dei um beijo no mangá de Nura e comentei sobre o Cassius na fila para pagar.

E aí: devo continuar cobrindo esses eventos maravilhosos?

AVISO: Se você saiu em alguma foto e não quer que ela permaneça no site ou seja censurada com mosaico, por favor, envie uma mensagem ao e-mail: akai.kimono@gmail.com - com uma foto comprovando sua identidade.

Por Kimono Vermelho (23/10/2012)

4 comentários:

  1. Saudações

    Posso dizer que lhe invejo pelas aquisições? Sério, nada consegui comprar nesta edição da FestComix, foi muito azar de minha parte...

    Eu devia ter ido bem mais cedo para o evento, aí eu conseguiria comprar alguma coisa. Mas tudo bem, ano que vem terá mais uma edição deste evento...

    Seu post ficou bem detalhado, curti muito isto. Acredito que eventos como a FestComix chamam muito a atenção, justamente por atraírem um público multicultural (subtende-se como vários nichos, grupos, clãs), e não apenas de uma facção em específico.

    É um toque que anseio muito em ver na GibiCON aqui em Curitiba.

    E sou grato pela citação à minha humilde pessoa.^^ E tu acha que ninguém se lembraria de tu?^^ Vai se acostumando com isso...^^

    Bem detalhado, informativo e muito preciso. Este post ficou ótimo, Kimono Vermelho. Parabéns pelo seu trabalho.^^


    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que você não conseguiu comprar nada? Que bizarro... Ah sim, você foi à tarde quando estava mais cheio.
      Pois é, as pessoas lembram de mim agora. XD
      Obrigada pelo comentário! o/

      Excluir
  2. Olá!!

    Primeiramente gostaria de agradecer por retweetar um dos meu tweets divulgando meu post sobre a Fest Comix!! ^^

    É bom poder ler a opinião de outras pessoas de algo que eu também estive participando... ^^

    Onde você achou aquele marcadores de Sakura? Juro que procurei mais não encontrei!! =/

    Quem sabe numa próxima oportunidade não podemos nos encontrar. Gostaria muito de fazer parte dessa blogsfera, mais creio que por causa de diversidade de meu blog ficaria meio complicado!! rsrsrsrs

    Parabéns atrasado!!

    Até mais

    http://naty-land.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa agradecer, eu gostei muito do seu post! ^^
      Os marcadores estavam na bancada próxima a um banner de Nura, ao lado da Sessão de Autógrafos. Tinha um bolo de marcadores lá.
      Não se preocupe, eu também não sou da blogosfera otaku. XD
      Obrigada pelo comentário e pelo parabéns! o/

      Excluir

Antes de comentar conheça as nossas regrinhas:
-Não poste nada ofensivo, respeite os outros;
-Não brigue, aqui não é ringue de boxe;
-Não faça merchandising do seu blog com a desculpa de "ah, mas eu comentei sobre o post também".
Siga as regras e você não conhecerá o lado escroto da Kimono.